sábado, 22 de dezembro de 2012

Boicote Ubuntu

A versão mais recente do sistema operacional Ubuntu ("12.10"), constituído majoritariamente de software livre, vem com cavalo de tróia (spyware e adware), além de infiltrar um contrato de espionagem "consentida". Tornou-se impróprio para uso empresarial ou doméstico, pela invasão de privacidade e vazamento de dados pessoais.

Com a nova ferramenta de busca de arquivos e programas, qualquer palavra chave digitada é enviada pela internet e ativa a exposição de publicidade da loja virtual Amazon.

O caso é descrito em português neste texto:
http://ubuntued.info/o-spyware-do-ubuntu

Uma denúncia bem detalhada tecnicamente foi apresentada pela Electronic Frontier Foundation:
https://www.eff.org/deeplinks/2012/10/privacy-ubuntu-1210-amazon-ads-and-data-leaks

Embora o recurso espião possa ser desativado ou desinstalado, é importante alertar que trata-se de estratégia baseada na chamada "arquitetura da escolha" ("choice arquiteture"), em que se inserem sorrateiramente opções "default" maliciosas, deixando ao usuário a tarefa de descobrir a trapaça e tomar atitude para se proteger. Através do uso malicioso da "arquitetura da escolha", o usuário tem "liberdade" de mudar a opção padrão, mas é induzido a não fazê-lo devido a empecilhos diversos.

USE SOFTWARE LIVRE. Mas boicote Ubuntu.

6 comentários:

Bruno Cabral disse...

Cara, o dono desse blog, só pode ser muito idiota, quanta merda em um texto tão pequeno!!!

Mister Busta disse...

Kubuntu usa KDE, resolvido.

Eugenio Hansen, OFS . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eugenio Hansen, OFS . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zejustino disse...

"Cara, o dono desse blog, só pode ser muito idiota, quanta merda em um texto tão pequeno!!!"

Por que o "jênio" não explica para nós e para os outros leitores a "merda" que o "DONO" do blog NÃO ESCREVEU NO TEXTO?

E antes de soltar a cachorrada "bicuda", vou avisando que uso MINT(Ubuntu, ou Debian, em última análise) e Fedora.

Anônimo disse...

Muito boa notícia, foi por isso que abandonei o ubuntu e hoje uso linux mint e Big linux.